segunda-feira, 24 de abril de 2017

Diário de uma biblioteca na Semana da Leitura 2017

DIÁRIO DE UMA BIBLIOTECA NA SEMANA DA LEITURA 2017


Quinta, 23 de março de 2017

Dia de preparação das atividades da Semana da Leitura; mais um. No Corredor das Artes e na Biblioteca armou-se a EXPOSIÇÃO biobibliográfica «10 EXCELENTÍSSIMOS ESCRITORES». Eis o rol: Eça de Queirós, D. Dinis, Fernando Pessoa, José Saramago, Florbela Queirós, João Grave, António Gedeão, Luís de Camões, Almeida Garrett e Sophia de Mello Breyner Andresen. Pode ser visitada até ao dia 31 de março.

Segunda, 27 de março de 2017

Começa oficialmente a semana da leitura 2017. «Ler prazer | Ler p'ra Ser» é o lema nacional do evento, que se prolonga até 31 de março. A nossa semana começou mais cedo (23 de março) e vai acabar mais tarde (4 de abril). Mas hoje foi dia de ABERTURA OFICIAL. Convocámos os alunos para a zona de leitura informal e lemos o MANIFESTO ANTI-LEITURA, um texto de José Fanha carregado de ironia, alusões literárias, políticas e outras capazes de mexer com os neurónios dos presentes. De véspera, via e-mail, «A PALAVRA MÁGICA», do poeta brasileiro Carlos DRUMMOND de Andrade, tinha já assinalado o dia mundial da poesia.
E porque nem só de livros vive o leitor, propusemos ao 8º A a passagem d’O BOJADOR, de Sophia, nesse mesmo dia, à tarde. Pegámos na peça e em torno dela montámos uma oficina de expressão dramática. Os alunos da turma, a quem tinha sido receitado o livro umas semanas antes, saltaram para as tábuas e ensaiaram as palavras, os atos e as omissões, ora bem, ora nem tanto. A exibição para um público seleto, da mesma faixa etária, e presuntivo amante de História e Literatura, estava à distância de dois dias.

Terça, 28 de março de 2017

Dia de itinerância para a promoção do livro e da leitura na Fonte de Angeão, junto das turmas do 2º, do 3º e do 4º anos. É assim desde o princípio do ano.
À tarde, de regresso à Secundária, 40 almas do 4º ano aguardam pela leitura prometida. Vieram da EB Rocha Pai para a leitura do livro O Menino Que Não Gostava de Ler, de Susanna Tamaro. Leitura em voz alta, expressiva. Muita atenção da parte dos mais novos; da nossa, uma oportunidade para falar também de outros livros, grandes livros a que o livro faz referência pouco inocentemente.

Quarta, 29 de março de 2017

O cartaz anuncia teatro para hoje. É dia de o 8º A mostrar que é capaz de passar além d’ O BOJADOR (e além da dor) em palco. E passa mesmo, a custo, mas passa. Ilustre Sophia de Mello Breyner Andresen, até rosas de Santa Maria usámos como adereço, não fosse a senhora estar a assistir, lá das alturas, assim como à cena assistiu o 8º C.
[IMG#04]

Hoje, à noite, OS SABORES DA ESCRITA, um JANTAR LITERÁRIO preparado por um grupo alargado de formigas formado pela equipa da biblioteca, pelos professores de português, de francês, de história e de história e geografia de Portugal, pelos professores de restauração e turismo e pelos professores de cozinha, restaurante e bar, bem como pelos respetivos alunos. Casa cheia de convivas, professores, alunos e pais. Na mesa, ovos com chouriço, açorda à andaluza, bacalhau, leite-creme, café e o mais, sugestões de Eça, Cesário Verde e Bulhão Pato. 10 mesas 10. Lembram-se dos magníficos atrás anunciados? Pois bem, cada um foi tema e protetor de sua mesa, que professores e alunos enfeitaram com ciência certa e superlativo bom gosto. Mas nem só de manjares e atavios viveu o SABORES, mas também de toda a poesia, música e dança que saiu das artes dos que leram, cantaram, tocaram e dançaram textos dos 10 MAGNÍFICOS. Estranhas formas de ler! Se a frase não estivesse tão batida, era capaz de sair desta entrada com aquela expressão tão coloquial e tão oportuna: «Foi bonita a festa, pá!»

Quinta, 30 de março de 2017

The Day after! Depois de um dia intenso, uma amostra do projeto NEWTON GOSTAVA DE LER! para os alunos do 8º B. Vamos por partes. A primeira foi dada à ciência, à história da corrida espacial e à… leitura. Tinha de o ser. O tema? O universo, os planetas, as estrelas... Oportuna foi a leitura de dois ou três poemas de PÓ DE ESTRELAS, de Jorge de Sousa Braga e Cristina Valadas (il.), e o conto «O FAZEDOR DE LUZES», do livro Na berma de nenhuma estrada, de Mia Couto. Na segunda parte, inspirados pelas leituras, passámos à experiência: «3,2,1… LANÇAR SONDA NA BIBLIOTECA». PLANEAR, PROJETAR, CONSTRUIR, LANÇAR. Cada grupo planeou, projetou, construiu e lançou a sua sonda com um astronauta lá dentro. Apenas um teve problemas na aterragem: o capacete do astronauta seria demasiado fino?

Segunda, 3 de abril de 2017

De manhã, sessão com o ESCRITOR JOSÉ FIGUEIREDO. Falou do seu processo criativo, de livros e da leitura para as turmas do 1ºD1/D2, muito atentas e participativas. Encerrou a sessão com a leitura de três poemas da sua autoria.
De tarde, sessão com a ESCRITORA ANA LUÍSA CARROLA, que contou a história do seu feiticeiro das cores para os alunos do 4º ano da EB Rocha Pai. A autora veio acompanhada das personagens do seu livro e com isso captou ainda mais a atenção dos 40 participantes.
[IMG#08]

Terça, 4 de abril de 2017

Provas do concurso intermunicipal de leitura, 2ª fase, na Biblioteca Municipal, para alunos de todos os ciclos de escolaridade. E os vencedores foram…
1º Ciclo
1º lugar: Constança Lancha - CE FONTE DE ANGEÃO/AGRUPAMENTO
Suplente: Yasmin Cármen Rodrigues - CE BOA HORA/AGRUPAMENTO

2º Ciclo*
1º lugar: Sofia Martins - CALVÃO
Suplente: Joana Pereira - CALVÃO

3º Ciclo**
1º lugar: Maria Pereirinha CALVÃO
Suplente: Marta Faneca - CALVÃO

Secundário
1º lugar: Mariana Gregório Rei - ESCOLA SECUNDÁRIA/AGRUPAMENTO
Suplente: Mariana Gonçalves - CALVÃO

* O agrupamento não apresentou concorrentes nesta categoria.
** O agrupamento não apresentou concorrentes nesta categoria. A concorrente selecionada desistiu alguns dias antes destas provas.

FINAL DO CONCURSO DE LEITURA (CIL)

A FINAL do CIL 2017 vai realizar-se no dia 27 de maio, em Albergaria-a-Velha, um sábado. O Agrupamento terá a representá-lo Constança Lancha – 1º Ciclo e Mariana Gregório Rei – Ensino Secundário.
Estas alunas vão ler, respetivamente, O morcego bibliotecário, de Carmen Zita Ferreira, e No meu peito não cabem pássaros, de Nuno Camarneiro.

Sem comentários: