sábado, 18 de abril de 2015

O TESOURO de Manuel António Pina

Neste livro de Manuel António Pina, conta-se que há muitos anos, num país muito distante, vivia um povo infeliz, pois alguém lhes roubara o mais belo tesouro do mundo: A LIBERDADE.


Nesse país as pessoas não podiam fazer o que queriam, nem podiam dizer o que pensavam. Esse país parecia uma prisão, era o País das Pessoas Tristes. “As pessoas eram perseguidas, os meninos, como nós, não podiam ouvir as músicas, nem ver os filmes, nem ler os livros que queriam” – disse o João e “até não podiam beber Coca–Cola” – continuou a dizer o Roberto. A Coca-Cola era proibida! E ainda mais estranho era que as raparigas e os rapazes tinham que andar em escolas separadas e brincar em recreios separados por muros e grades. Mas, chegou o dia em que no País das Pessoas Tristes, os soldados pegaram nas armas e prenderam os ladrões que lhes tinham tirado o mais belo dos tesouros. O povo saiu para a rua e começou a gritar: “Viva a Liberdade! Viva a Liberdade!”. As pessoas estavam felizes, riam e choravam ao mesmo tempo e puseram cravos vermelhos nas espingardas dos soldados.
Por todo o País era uma festa. Era o 25 de Abril e, esse dia passou para sempre a ser chamado: “DIA DA LIBERDADE”, o dia em que aquele povo recuperou o seu Tesouro. Esse País chamava-se Portugal.
Esta história é verdadeira, aconteceu mesmo e cabe-nos a nós guardar bem este tesouro para que mais ninguém o volte a roubar.

Sem comentários: