sábado, 7 de março de 2015

7 de março de 1872 - Nasce o pintor MONDRIAN, pai do neoplasticismo.


Pieter Cornelis Mondrian, mais conhecido por Piet Mondrian, foi um pintor holandês modernista e é o fundador de uma corrente artística conhecida como neoplasticismo
Nasceu a 7 de março de 1872, e embora tenha nascido no século XIX, ele é sem dúvida um pintor do século XX.
Desde jovem interessou-se por pintura, porém enfrentou a rejeição da família que era muito religiosa e encarava a arte como uma atividade pecaminosa.
Leccionou arte por um tempo, mas acabou por dedicar-se inteiramente à pintura.
No início da sua carreira foi muito influenciado pelo impressionismo e pelo naturalismo, e mais tarde pelo cubismo, mas onde ele mais se destacou foi nas obras abstractas geométricas, principalmente trabalhando com formas rectangulares.


Aliás, Mondrian acreditava que uma superfície plana só deveria conter elementos planos, provocando a eliminação de toda a linha curva e trabalhando só com linhas e ângulos rectos. Todas as outras formas e cores foram abolidas e as obras limitavam-se a planos de cores básicas divididos por linhas horizontais e verticais. Utilizou nas suas obras principalmente as cores primárias (amarelo, azul e vermelho) no seu estado máximo de saturação, assim como o branco e o preto (inexistentes na natureza, o primeiro sendo presença total e o segundo ausência total de luz). Esta visão universal, baseada na intuição de Mondrian, deu origem a uma beleza ordenada e equilibrada.
O neoplasticismo, sendo essencialmente um movimento de pesquisa, trabalhados por Mondrian, foram essenciais para a arquitectura moderna, assim como para a formulação daquilo que hoje se conhece por design.


As suas obras continuam a inspirar o design, a moda e a publicidade.
Em 1965, Yves Saint Laurent lançou o seu vestido Mondrian.
Ainda hoje a L´Óreal lança produtos no mercado com desenhos baseados neste pintor.


Já em 1930, Lola Prusac, estilista da Casa Hermés, criou uma linha completa de bolsas e malas que são inspiradas directamente nas obras de Mondrian com cortes vermelhos, amarelos e azuis.
E na actualidade, são inúmeras as variantes onde este estilo Mondrian se impõe.



Piet Mondrian morreu em Nova Iorque, no dia 1 de fevereiro de 1944.

Sem comentários: