terça-feira, 24 de março de 2015

24 de março - Importância de Koch no Dia Internacional de Combate à Tuberculose

Faz hoje, dia 24 de março, exactamente 133 anos que Robert KOCH descobriu o bacilo causador da tuberculose: Mycobacterium tuberculosis (MTB) ou tradicionalmente conhecido por Bacilo de Koch.


No século XIX, para além da grande incidência de tuberculose surgem igualmente grandes desenvolvimentos. A 24 de Março de 1882, Robert Koch (1843-1910), médico e microbiologista alemão descobriu o microorganismo responsável pela tuberculose. Desde então, esta data passou a ser assinalada como Dia Mundial da Tuberculose e Koch recebe, em 1905, o Prémio Nobel de Medicina pela sua descoberta.

Também com a descoberta dos Raios X por Roentgten (1845-1923), surgem grandes desenvolvimentos no diagnóstico e acompanhamento radiológico da doença. 
Até à década de 40, o tratamento da doença baseava-se no isolamento total dos doentes em sanatórios, com recurso ao repouso absoluto, exposição ao sol e alimentação saudável. Os medicamentos são à base de quinino, enxofre, cálcio e preparados de ouro e bismuto. A partir de 1940, começam a surgir os antibióticos e quimioterápicos que conduzem à cura da tuberculose nos anos posteriores: a estreptomicina é descoberta em 1944 e a isoniazida tem a sua eficácia comprovada laboratorialmente em 1945. Finalmente, nos anos 60 surge o esquema definitivo de tratamento da doença, com a associação de três antibióticos que curavam 95% dos doentes de tuberculose internados nos sanatórios. A evolução no tratamento da tuberculose foi positiva até aos anos 80, altura em que sofreu um retrocesso. O ressurgimento da doença, com o aumento dramático do número de casos de doença, ficou a dever-se ao surgimento de uma nova epidemia – o HIV/SIDA, bem como o empobrecimento das populações, os movimentos migratórios, a toxicodependência, entre outros. Perante a situação, a OMS declara a tuberculose como emergência mundial. Ela foi sem dúvida uma das doenças que mais matou na história.

O bacilo de Koch é transmitido nas gotículas eliminadas pela respiração, por espirros e pela tosse. Afecta principalmente os pulmões, mas também pode afectar órgãos como os ossos, os rins e as meninges.

O bacilo de Koch

No centro da imagem, os bastonetes roxos são bacilos de Koch
Robert Koch desenvolveu ainda os Postulados de Koch, um conjunto de medidas ou acções que deviam ser feitas para que um organismo seja considerado a causa  de uma doença. Com estes postulados conseguiu sistematizar a pesquisa e identificação de doenças provocadas por bactérias.

Sem comentários: