sexta-feira, 20 de março de 2015

20 de março - ECLIPSE SOLAR PARCIAL


Esta sexta-feira, de manhã, poderás ver, se as condições atmosféricas o permitirem, o eclipse solar parcial.

O eclipse solar é um fenómeno que ocorre quando a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol e impede os raios solares de chegarem à Terra. Parece estranho como é que o Sol fica tapado por outro astro que é 400 vezes mais pequeno, mas isso justifica-se porque a Lua está 400 vezes mais próxima da Terra.

Como o eclipse está a acontecer no hemisfério norte, quem estiver mais a norte do país, consegue ver uma maior quantidade de Sol a ser tapado. De facto, os habitantes das ilhas dos Açores, conseguem ter a maior percentagem de Sol tapado.
Atendendo às horas em que o eclipse ocorre, que é mesmo ao nascer do Sol, a sua percepção pode não ser muito significativa.

No caso de Aveiro, o eclipse parcial começará às 08:02:06, atingirá o seu máximo às 09:04:29 em que o Sol atinge uma altitude de 26º e 115º do Azimute. O evento vai chegar ao fim às 10:12:27 e terá uma magnitude de 0.759 ( a magnitude de um eclipse é a relação aparente do tamanho da Lua com o tamanho aparente do Sol durante um eclipse) e uma obscuridade de 70,6%.

Observação directa pode queimar a retina
A retina, a membrana interna do olho, pode ser afectada sobretudo pelas radiações infravermelhas, que não é filtrada pela atmosfera. Este "calor" pode cozer a retina.
Esta exposição à luz solar directa, não provoca dor, razão pela qual a queimadura pode não ser imediatamente perceptível. Bastam alguns segundos para surgirem danos permanentes.
Pior ainda se tentares observar o eclipse directamente com binóculos, telescópios ou câmaras sem protecção.
As únicas formas para a observação directa do sol, é usando óculos com lentes próprias.

Próximo eclipse
O próximo eclipse será a 13 de setembro de 2015, mas não será visível em Portugal. Apenas será visível no sul de África, no sul do oceano Índico e na Antártida.
Para voltarmos a ver o próximo eclipse parcial, teremos que aguardar 11 anos.

Sem comentários: